News

Voltar

Relações Públicas

O futuro do RP

Uma pesquisa feita pelo Instituto Nacional dos Anunciantes do Estados Unidos, revelou as cinco principais tendências para o mercado de Relações Públicas na era da digitalização.


Por Hermann Goulart 

 

Uma pesquisa realizada pela Associação Nacional dos Anunciantes dos Estados Unidos (ANA), em conjunto com a Escola Annenberg de Comunicação e Jornalismo, revelou quais as principais tendências para os profissionais de Relações Públicas aos olhos do mercado e dos clientes. Para a pesquisa, a ANA ouviu 100 profissionais atuando no nível de diretoria, ou acima, de empresas associadas a ela.

O ponto de maior destaque na pesquisa está relacionado à digitalização. De acordo com os entrevistados, um dos papéis primordiais para um profissional de Relações Públicas é ser capaz de monitorar as mídias sociais e reagir prontamente a seus movimentos, criando um canal direto, e em tempo real, de comunicação e consequente engajamento com os públicos de interesse de seus clientes.

Outro movimento que ganhou destaque na pesquisa foi o fato de as áreas de Relações Públicas e Marketing estarem cada vez mais próximas. Mais da metade dos entrevistados disseram que esperam uma interação maior entre os dois campos, com uma atuação alinhada e cooperativa.

Em relação à contratação de serviços de Relações Públicas, a pesquisa revelou que, justamente por considerarem cada vez mais importante a cooperação entre RP e Marketing, as empresas pretendem aumentar o orçamento para essas áreas. De fato, 62% das empresas planejam aumentar seus investimentos em comunicação, especificamente em RP, nos próximos cinco anos.

No entanto, o quarto ponto levantado na pesquisa é a necessidade de aplicar ferramentas de medição mais eficazes para os serviços de relações públicas. De acordo com os entrevistados, ainda existe um problema quanto à demonstração dos retornos dos investimentos feitos nessa área e que, portanto, é preciso que se pré-estabeleça metas mais palpáveis e métricas que, de fato, justifiquem objetivamente o investimento feito.

Em resumo, a onda de digitalização está aumentando o alcance e a eficácia da comunicação nas mais variadas áreas, para além da publicidade, o que torna o trabalho dos RPs ainda mais relevante. Ao enxergarem isso, as empresas começam a se conscientizar da necessidade de um trabalho de comunicação multidisciplinar entre RP e Marketing e um consequente aumento nos investimentos para essa área. No entanto, o aumento dos investimentos em serviços de relações públicas estaria condicionado a uma demonstração de retorno, seja em números ou cumprimento de metas, mais objetiva.

Publicado em Mon May 29 16:14:00 CDT 2017